Feeds:
Posts
Comentários

Caros,

o NeoIluminismo, conforme eu o apresento na página O Blog, é um trabalho acadêmico, um Projeto Experimental de Conclusão de Curso.

A defesa do trabalho ocorreu conforme o esperado e tive a felicidade de ser aprovado com nota máxima.

Agora, este blogueiro é um bacharel em Comunicação Social – Jornalismo.

Importante: as postagens publicadas até esta data compreendem o material  apresentado à banca avaliadora do trabalho. Para fins de registro, o blog deverá preservar o conteúdo como se encontra.

Por isso, o blog não será mais atualizado, de forma a manter a originalidade do Projeto Experimental. O registro é importante para mim e para a universidade.

Obrigado a todos que participaram desta trajetória.

Tiago Franz – NeoIluminismo

Elas querem reformar

Minha coluna desta semana no Perspectiva Política:

Elas querem reformar

Mais um argumento somado à defesa da reforma política no Brasil, em especial ao financiamento público de campanhas.

Como está a representação feminina no parlamento nacional?

Confira.

 

Tiago Franz – NeoIluminismo

AI_5_FINAL-2

O NeoIluminismo também vai ajudar na divulgação. Quem não mora em BH tem a internet todinha pra participar do ato. Aproveite, pois se o Projeto de Lei do Senador Azeredo (PSDB-MG) passar, não vai mais ser tão “todinha” assim.

“AI-5 Digital” é apenas um apelido dado ao PL do Senador Azeredo, em memória ao regime militar. Para os que não lembram ou nunca souberam o que foi o AI-5 (o original, de 1968), sugiro: AI-5, o mais cruel dos Atos Institucionais

Segue um texto de Idelber Avelar, um dos debatedores confirmados para o ato:

Os leitores belohorizontinos estão absolutamente intimados a comparecer ao ato público organizado pelo Sindicato dos Jornalistas contra o AI-5 Digital, o projeto de lei que censura e criminaliza o uso da internet para satisfazer o lobby bancário, usando a desculpa esfarrapada da pedofilia. Como já sabem até os pombos da Praça da Liberdade, o projeto é de autoria do tucano Eduardo Azeredo, esse senador que envergonha Minas Gerais.

Faço o anúncio com bastante antecedência: o ato acontece no dia 01 de junho, às 19:30 h, no Teatro Cidade (Rua da Bahia, 1341). Haverá um debate com as presenças minha e do sociólogo Sérgio Amadeu, ativista do Software Livre e professor da Cásper Líbero. Marquem os calendários, por favor. É nossa liberdade internética que está em jogo.

Já protestamos e gritamos muito contra esse projeto. Agora é hora de conhecer os argumentos definitivos para combatê-lo. Túlio Vianna, Professor de Direito Penal e advogado com atuação na área de Direito Informático, conterrâneo que me honra com sua amizade, desmontou e esmigalhou a sandice de Azeredo ponto por ponto. Não há nada que acrescentar ao texto de Túlio. Leiam com atenção e reflitam sobre o tremendo estrago que esse projeto pode fazer em nossas vidas. Observem os interesses que o movem. Atentem para a absurda desproporcionalidade das penas. Notem como o projeto praticamente inviabiliza as redes wi-fi. Vejam como ele traz a semente de um pesadelo orwelliano, o fim de nossa privacidade na internet.

Conto com todos os leitores belohorizontinos. Sérgio Amadeu tem sido um incansável defensor da nossa liberdade na rede e merece uma bela recepção aqui nas Alterosas. ‘Bora todo mundo lá pra Rua da Bahia. Dia 01 de junho, 7 e meia da noite.

(no blog O Biscoito Fino e a Massa – os links no texto são do autor)


Tiago Franz – NeoIluminismo

Technorati Profile

Mais um cadastro. Este blog está ficando super documentado.

BlogBlogs.Com.Br

Pronto. Tá lá o bicho.

Já ouvi muitas pessoas se referirem à escola pública, principalmente às escolas estaduais, pelo termo “escola do governo”.

Minha coluna desta semana no Perspectiva Política:

Nossa escola pública

Que tipo de relação existe entre os diretores das escolas públicas e os governantes de alguns estados brasileiros?

Tiago Franz – NeoIluminismo

Quem foi que morreu?

imagens-galeria-00161_320090508_163821

Em 28 de março, na cidade de Fortaleza, um cortejo fúnebre percorreu as ruas da cidade.  Quem morreu?

O texto abaixo explica. É um comentário enviado por Ed ao NeoIluminismo, para esta postagem.

O “velório” simbólico, foi um ato público de resistência e reflexão ante a falta de poesia e delicadeza no dia a dia da cidade de Fortaleza: o transito, a pressa, a omissão, a impunidade, o medo e a violência acabem sendo “desculpas” para que nos isolemos em nossas ilhas móveis protegidas por vidros cada vez mais escuros e percamos a troca de olhares, o contato, o encontro …como se pudéssemos.
Estive no passeio público e me emocionei com este evento-intervenção–urbana, que atraiu várias figuras interessantes do centro e teve várias manifestações de apoio não só pelos artistas e afins que participaram, mas das pessoas em geral que se depararam com um cortejo fúnebre com direito a caixão e vela desfilando desde o passeio público, pelas ruas do centro, pela Catedral, em meio aos bares do Dragão do Mar, Praia de Iracema, até o aterro de Iracema onde foi realizada a queima do caixão e a despedida dele ao mar.
No caminho alguns perguntavam ao cortejo:
- “Quem foi que morreu?
E os do cortejo respondiam: – A Gentileza!
Alguns riam, outros se agregaram, uns se assustaram e outros permaneceram inacessíveis à Senhora Gentileza que se despedia!

Tiago Franz – NeoIluminismo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.